Economia

Governo do Estado, por meio do Idam, viabiliza projetos somando mais de R$ 698,5 mil em Anamã

0

O Governo do Amazonas, por meio do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado (Idam) em Anamã, viabilizou 51 projetos de crédito rural para aquisição de equipamentos e apetrechos de pesca, aprovados pela Agência de Fomento do Amazonas (Afeam). Ao todo, os projetos somam mais de R$ 698,5 mil.

Dos 16 municípios que registraram operações de crédito rural junto à Afeam, Anamã foi o que obteve maior valor aplicado em projetos para pesca neste período de pandemia. Os pescadores que tiveram créditos aprovados são das comunidades Santa Maria, Santa Luzia, Vila do Cuia, Novo Brasil, Mato Grosso, Vila do Arixi e sede do município.

“Como representante do Idam no município, fico feliz em fazer parte desse momento em que os pescadores da região contrataram mais de meio milhão de reais. Esse recurso veio para possibilitar o aumento da capacidade de pesca, que vai sem dúvida movimentar a economia local. Agradecemos pelo apoio da Afeam, que tem sido nossa parceira na contratação de crédito”, disse o gerente do Idam em Anamã, Eurico Silva.

De acordo com o gerente estadual de Crédito Rural do Idam, Luiz Antônio Nascimento, o Instituto vem orientando que os técnicos de suas Unidades Locais reúnam com as entidades de classe pesqueira para viabilizar de forma correta a expedição do Registro Geral de Pesca (RGP) e do Relatório de Exercício da Atividade Pesqueira (REAP), que são documentos indispensáveis para acesso ao crédito rural.

Anamã possui três entidades de pesca (associação, colônia e sindicato) com aproximadamente 2.500 pescadores cadastrados. Além da pesca, o município tem como principais atividades os cultivos de mandioca, açaí e fibras.

 

Você pode gostar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Economia