Ciência e Saúde

Vacina Amazonas: Vasco Vasques lidera, pela segunda vez consecutiva, como o posto que mais vacinou no mutirão em Manaus

0

O Centro de Convenções Vasco Vasques – Segunda Etapa foi o posto do terceiro mutirão da campanha Vacina Amazonas, em Manaus, com o maior número de pessoas a partir de 18 anos vacinadas contra a Covid-19. No intervalo de 30 horas de mutirão, 14.686 doses foram aplicadas no local, na quarta e quinta-feira (21 e 22/07). No segundo mutirão na capital, realizado nos dias 29 e 30 de junho, o Vasco Vasques registrou a vacinação de 11.318 pessoas, em 24 horas.

Uma das coordenadoras da ação de vacinação no local, a secretária adjunta de Políticas de Saúde da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), Nayara Maksoud, destacou que a segunda etapa do Vasco Vasques se mostrou um ponto estratégico para a vacinação de pedestres.

“O ponto estratégico de vacinação utilizado na última edição, em Manaus, acolheu mais de 14 mil pessoas em um espaço confortável, mostrando o potencial da sua localização, capacidade instalada e o acolhimento feito pelas equipes do Governo do Amazonas a cada usuário, que procurou a unidade para se vacinar em todas as suas edições”, afirmou Maksoud.

Segundo a secretária, a estrutura nova atendeu todas as necessidades das equipes de vacinação. Na ação, foram utilizados o primeiro andar e o subsolo da segunda etapa do Vasco Vasques, com capacidade para acolher mais de duas mil pessoas sentadas, sem aglomeração. O local abrigou um posto exclusivo para vacinação de gestantes e puérperas.

“O espaço possibilitou a montagem de 30 pontos de vacinação e em média 400 profissionais do Governo do Amazonas atuaram em dois dias. O que demonstrou ser um ótimo referencial para um ponto de vacinação para pedestre. E que mostra a capacidade de estrutura que tem o Governo do Estado em realizar edições como o Vacina Amazonas”, ressaltou a coordenadora.

O Sambódromo de Manaus foi o segundo lugar com mais imunizados no terceiro mutirão, 13.491 no total. Na Arena da Amazônia, o número final de pessoas vacinadas no sistema drive-thru foi de 8.489.

Balanço – O terceiro mutirão ultrapassou a marca de 74 mil doses contra a Covid-19 aplicadas em Manaus. Para a ação foram montados 90 postos de vacinação no complexo da Arena, Sambódromo e a segunda etapa do Vasco Vasques, utilizada pela primeira vez na campanha, com funcionamento das 9h até a meia-noite.

A primeira edição do mutirão imunizou 141 mil pessoas em Manaus, nos dias 11 e 12 de junho. Na segunda mobilização, realizada na capital, durante 24 horas, 58.534 doses foram aplicadas nos dias 29 e 30 de junho. As próximas ações da campanha Vacina Amazonas serão realizadas neste sábado (24/07), simultaneamente, nos municípios de Caapiranga e Beruri, totalizando 17 edições.

Você pode gostar

Ciência e Saúde

Nossa vida é repleta de desafios, dificuldades, facilidades. Para poder criar uma situação de equilíbrio se deve buscar a vontade de continuar através de uma opção individual. É muito clara a grande dificuldade que todos temos de entender o que realmente é uma oportunidade. Isto faz com que, muitas vezes, não estejamos preparados para aproveitar o que de bom pode acontecer em nosso meio. O conhecimento ajuda muito no sentido técnico da busca da oportunidade e não podemos esquecer que é o entusiasmo que faz a pessoa pensar em “ir para frente”. A atitude, hoje, é que realmente faz a diferença e nos leva para o sucesso. Não podemos imaginar que sorte é algo que “cai do Céu” e somente algumas pessoas têm. Na verdade, sorte é a união do preparo com a oportunidade, e por isso, devemos estar sempre preparados sob pena de não conseguir o nosso crescimento pessoal ou profissional. Nós necessitamos de reconhecimento do que fazemos. Atualmente o que se observa é que o ser humano precisa buscar se conhecer a cada dia para poder criar a sua satisfação na vida. Para fazer a coisa acontecer devemos reunir o conhecimento, o entusiasmo e a atitude e assim realizar, construir e progredir. Somos seres criativos e pensantes e ao mesmo tempo podemos ser acomodados e negativos ocasionando um baixo ou nenhum aproveitamento no que diz respeito às realizações para o progresso. Muitas vezes se quer ter oportunidades sem nada planejar, conhecer, saber. Isto acarreta um elevado grau de desmotivação nas pessoas. Para resolvermos este impasse precisamos criar em nossa prática à busca de oportunidades, pois não podemos simplesmente esperar, temos que agir. Por isso, a atitude é o diferencial e os problemas servem de matéria-prima para a criação de momentos de oportunidades. Precisamos olhar para as dificuldades com visão positiva e aproveitar para criar, inovar e quebrar paradigmas. O momento é de preocupação, pois falta a devida orientação para a grande maioria viver positivamente. A velocidade da informação devido o progresso tecnológico nos tem deixado apreensivo em relação ao nosso verdadeiro potencial. Muitas vezes acreditamos não ter capacidade de realizar determinado trabalho enquanto os que estão ao nosso redor acreditam que podemos fazer a diferença. Precisamos conhecer e buscar nosso potencial, nossos limites e acima de tudo acreditar que o que faz a diferença e sermos diferentes. Dentro das organizações a maioria das pessoas que as compõem esperam somente a empresa decidir. Precisamos de uma maior participação de todos os envolvidos no processo. O diferencial para aproveitar as oportunidades que surgem é nós estarmos preparados através de busca continua do aperfeiçoamento. Necessitamos, também, criar o hábito de analisar os fatos, pois assim, conseguiremos conhecer a área profissional que mais cresce, conhecer o perfil necessário para determinada vaga e utilizar todo nosso conhecimento da melhor maneira possível nas organizações. Certamente ainda há tempo para criar oportunidades ou aproveitá-las, precisamos apenas de consciência, dedicação, trabalho, opinião própria, buscar e fazer o que precisa ser feito da melhor maneira possível a fim de demonstrar que crescer e progredir são uma questão de ponto de vista, de atitude. Podemos fazer parte deste processo de sucessos ou podemos apenas ficar olhando e deixar o tempo passar para mais tarde tentar justificar dizendo ser um azarado, desprovido da sorte ou qualquer outra desculpa. Isto tudo é uma questão de opção, você pode ser o motorista de sua vida ou optar por ser o passageiro. O grande problema é que quando houver o arrependimento pode ser tarde demais. Portanto, vamos criar, inovar, descobrir, fazer diferente para poder ser o melhor. Vamos refletir sobre isto? Flávio Guimarães é Mestre em Engenharia de Processos pela UFPA, Diretor da Guimarães Consultoria e Treinamento Empresarial Ltda., Administrador de Empresas, Especialista em Empresas Públicas e Privadas, Pós Graduado em Gestão Estratégica de Negócios, Consultor Empresarial, Pós Graduado MBA Gestão e Docência do Ensino Superior, Professor Universitário (Estácio Amazonas), articulista do Jornal do Commercio e da Amazon Play TV digital e Coordenador de MBA Executivo e dos Cursos de Logística, Qualidade e Recursos Humanos e do LPG – Laboratório de Práticas em Gestão da Faculdade Estácio do Amazonas.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *